Você está em: Objetivo / Efemérides

Efemérides

29 de abril

    Nascimento

    Outros fatos



    1901 — Nasce Hirohito

    Nascido em 1901, Michinomiya Hirohito foi o 124º. imperador japonês. Seu reinado (1926 a 1989) foi o mais longo de todos os soberanos do país e, durante esse período, o Japão passou por profundas transformações, principalmente aquelas acarretadas pela derrota na Segunda Guerra Mundial.

    Bombas atômicas, lançadas em Nagasaki e Hiroshima, representaram o golpe final, que obrigou o soberano a reconhecer, oficialmente, em cadeia nacional de rádio, a derrota definitiva na guerra. Hirohito ainda foi obrigado pelos Aliados a negar o caráter divino do imperador japonês e a transformar o país em monarquia constitucional. Arruinado economicamente, o Japão se beneficiou do plano de reconstrução econômica oferecido pelos Estados Unidos e reergueu-se rapidamente, alcançando status de potência em menos de 30 anos.

    Hirohito morreu em 7 de janeiro de 1989, depois de se consagrar personagem importante da história de seu país, que protagonizou a derrota, a reconstrução e a ocidentalização do Japão.


    1938 — Criação do Conselho Nacional do Petróleo (CNP)

    No início da década de 1930, os interesses estrangeiros no Brasil eram marcantes, principalmente no que diz respeito às riquezas minerais. Haja vista, por exemplo, o domínio da produção e do refino de petróleo pela empresa norte-americana Standard Oil Company, que tinha interesse em manter o Brasil dependente dos produtos por ela comercializados.

    As pesquisas realizadas em território brasileiro não recebiam nenhum incentivo, mas, mesmo assim, foram descobertas áreas em que havia uma espécie de lama muito escura e oleosa, mais tarde identificada como petróleo.

    Getúlio Vargas, percebendo que era necessário regularizar a prospecção do minério, criou, em 29 de abril de 1938, o Conselho Nacional do Petróleo (CNP), que acompanhava a pesquisa e a lavra desse recurso mineral.

    Após a constatação efetiva da descoberta do petróleo no País, Vargas assinou a Lei nº. 2004, que instituía o monopólio estatal de pesquisa e lavra dessa substância, criando a Petrobras. Em 1963, essa lei foi modificada para que o monopólio abrangesse também as importações e exportações do produto. Em 1967, outras empresas, inclusive estrangeiras, receberam permissão para atuar juntamente com a Petrobras.