46º Festival Interno do Colégio Objetivo: revelando talentos


A cada nova edição, o Festival Interno do Colégio Objetivo (FICO) se supera em profissionalismo e na descoberta de novos talentos. Há 46 anos o evento é realizado, reunindo alunos de todas as unidades do Objetivo. Boa música, talento e muita animação foram alguns dos ingredientes da grande final do FICO, realizado em 3 de setembro, na casa de show Tom Brasil.

O FICO é um dos maiores e mais importantes festivais musicais estudantis e já revelou grandes nomes da música brasileira, entre eles, Rogério Flausino (Jota Quest), Herbert Vianna (Paralamas do Sucesso), Dinho Ouro Preto (Capital Inicial), Roger (Ultraje a Rigor), Supla e Tiê.

Chegar à final não foi uma tarefa fácil; os alunos foram minuciosamente analisados por um grupo de jurados. Eles enfrentaram meses de preparação para a produção de suas composições e criações musicais, avaliações pré-eliminatórias e muitos ensaios.

Os alunos e suas bandas concorreram nas categorias Composição Inédita, Cover, Intérprete e DJ, bem como aos prêmios de Revelação, Melhor Banda, Letra, Baixista, Guitarrista, Baterista e Tecladista.

Participaram estudantes de todas as unidades do Objetivo, acompanhados de familiares e de amigos, ávidos para compartilhar a alegria da vitória de quem chegou à finalíssima do FICO. Felipe Matias Berg, aluno da 3.a série do Objetivo Integrado, junto com a Banda Asas, foi um dos grandes vencedores da noite, conquistando o 1º lugar na categoria Composição Inédita e o prêmio de Melhor Letra, com a música Marcas e presságios.

“É gratificante ver que nosso trabalho está no caminho certo e que agradamos aos jurados, que são de altíssimo nível e produtores de grandes bandas nacionais. O Objetivo promover um festival como o FICO é mais do que proporcionar a oportunidade para o aluno tocar em um evento desse porte, é um incentivo ao desenvolvimento da cultura brasileira”, comemora Felipe.

A banda FICO, liderada pelo professor Eurico Pellegrino, acompanhou todos os participantes nos ensaios e nas apresentações, além de animar o público tocando os sucessos Clocks e Viva la vida, da banda britânica Coldplay.

Os professores Nunes, Bruno Valle e Thomas também soltaram a voz, e arrancaram muitos aplausos cantando sucessos como Ana Júlia, da banda Los Hermanos, e clássicos do rock, como Should I Stay or Should I Go, da banda The Clash, e Smoke on the Water, da banda britânica Deep Purple.
Estudantes e mais estudantes, cada qual com sua habilidade, dão o tom ao espetáculo, sempre finalizado com chave de ouro por bandas de renome nacional. A 46.a edição do FICO contou com o show do Jota Quest, que cantou sucessos e apresentou versões inéditas que farão parte de seu novo CD, Jota Quest Acústico.

 

Confira os premiados 46º FICO:

1º lugar – Inédita
Melhor letra
Música: Marcas e presságios (Composição: Felipe Matias Berg)
Objetivo Integrado

2º lugar – Inédita
Música: Apenas um sonho (Composição: Bruno Lee Velasques)
Objetivo Vergueiro

3º lugar – Inédita
Música: Ska (Composição: Enzo Graziano Mansour)
Objetivo Pinheiros

Melhor Cover
Melhor Banda
Aluno: Bruno Lee Velasques
Música: Welcome to the Jungle – Guns N" Roses
Objetivo Vergueiro

Melhor Intérprete
Rafaella Bergams Visconte
Música: Feeling Good
Objetivo Paz

Melhor DJ
Pedro Henrique Travassos e Gabriel Fávero
Objetivo Cantareira

Revelação
Sophia de Sousa Spena
Objetivo Granja Viana

Melhor Baterista
Douglas Marinho Camargo Júnior
Objetivo Teodoro

Melhor Tecladista
Danilo Jin Won Lee
Objetivo Vergueiro

Melhor Guitarrista
Min Woo Yoo
Objetivo Paulista

Melhor Baixista
Enzo Graziano Mansour
Objetivo Pinheiros