Alunos estudam sobre o rio Tietê em Salesópolis


Mais do que um simples curso d´água, o rio Tietê tem sido um dos personagens centrais de uma das mais importantes transformações ocorridas do estado de São Paulo. Para mostrar na prática os conceitos estudados em sala de aula sobre questões hidrográficas, os alunos do 6.o ano do Ensino Fundamental participaram do estudo do meio O rio Tietê.

As observações foram iniciadas no trajeto. Eles ficaram atentos às mudanças da paisagem, com especial atenção para a ocupação do solo urbano e rural, as saídas de esgotos, o Parque Ecológico do Tietê, o cinturão agrícola, entre outros pontos.

“O estudo do meio garante momentos coletivos de aprendizagem e convivência. Tratar das questões sobre o uso consciente da água nas grandes cidades é importante para formar cidadãos conscientes. Essa foi uma excelente oportunidade para conhecerem mais sobre os sistemas de abastecimento hídrico, a vegetação da região e outros conceitos estudados”, explica Ana Paula Campolongo, coordenadora de Geografia do 6.o ao 9.o ano do Ensino Fundamental.

Após a visita ao Parque Nascentes do Tietê, as turmas conheceram o Restaurante Senzala, que conserva aspectos originais de uma construção do final do século XVIII, com paredes de taipa de pilão, portas e janelas. O local serviu como ponto de repouso e troca de mercadorias, inclusive escravos, para comerciantes que faziam a rota entre a capital e o interior.

Também fizeram parte do roteiro a Barragem de Ponte Nova e a Chácara Tanaka. A chácara faz parte do cinturão verde (área produtora de hortifrutigranjeiros) e abastece os maiores centros populacionais do país.

Depois do estudo, os alunos ficam responsáveis pela produção de catálogos, relatórios, fotos, desenhos e outros importantes registros que traduziram o aprendizado.