14ª Mostra de Arte: De tom em tom


(...)“Se a madrugada se despede com um sussurro em tom de melancolia, não se inquiete, pois os passarinhos trazem nas asas as cores da manhã que se avizinha. Escuta o canto melodioso da passarada, que, acompanhado pelo assobio do vento, entoa a chegada de um novo e bom dia. (...)”
Sandra Miessa

A Mostra de Arte do Colégio Objetivo já é uma tradição entre os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental. O trabalho da cantora e compositora Tiê foi a inspiração da 14ª edição, De tom em tom.

Antes de visitar a mostra, realizada em 22 de setembro, no teatro do campus Paraíso da Unip, Tiê participou de um bate-papo com os alunos. A cantora falou sobre a importância que o Objetivo teve na sua trajetória profissional. “Estudei no Objetivo durante três anos e foi participando do FICO que me descobri como cantora. Gostei tanto de subir no palco e sentir a energia do público, que decidi que essa seria a minha profissão. ”  
Para a realização dos trabalhos, foi estudado o livro O que é arte contemporânea, publicado pelo Museu de Arte Moderna de Nova York. “Os trabalhos artísticos presentes nessa exposição é o resultado da sinestesia entre sons e imagens”, explica o professor José Minerini Neto, coordenador de Arte do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

O grupo de Giulia Sousa Gomes, do Objetivo Alphaville, expôs uma maquete baseada na música A bailarina e o astronauta. “Optamos por escolher uma canção que não fosse tão conhecida. Para fazer nossa obra, fizemos vários rascunhos até escolhermos qual seria a versão final. Gostei muito de conhecer mais o trabalho da Tiê. ” 

Helen Feldman Marsura, do Objetivo Pinheiros, gostou de pesquisar sobre a vida da artista e achou a atividade dinâmica. “Depois que comecei a ouvir as músicas da Tiê para o trabalho, fiquei querendo saber mais sobre ela. Ela inspira muitas pessoas com o seu dom. Ter a oportunidade de conhecê-la pessoalmente foi super legal.” 

A Mostra de Arte é realizada desde 2005 e a cada ano é escolhido um artista de renome para ser homenageado. Já participaram desse trabalho Luiz Paulo Baravelli, Rubens Matuck, Guto Lacaz, Nelson Leirner, Claudio Tozzi, Evandro Carlos Jardim, Edith Derdyk, Katia Canton, Paulo Pasta, Marcelo Zocchiol, Regina Silveira, Alê Abreu e Felipe Morozini. As obras dos artistas são amplamente estudadas pelos alunos em atividades que contemplam uma vasta programação nas aulas de Arte.

Vídeos Relacionados