Estudo do Meio proporciona dia de pesquisa em zoológico de biomas em Atibaia


Por meio da interação com os animais, durante visita ao zoológico de biomas, em Itatiba (SP), os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental do Colégio Objetivo, aprenderam de forma lúdica e didática sobre a conservação da biodiversidade, importância do respeito com o meio ambiente e da preservação da fauna. 

Em uma área de 500 mil m², o Zooparque abriga cerca de 1,4 mil animais, entre aves, mamíferos, répteis, anfíbios e peixes de 140 espécies, dispostos em terrenos que imitam seus ecossistemas de origem.

Os alunos entrevistaram veterinários, fizeram anotações, tiraram fotos e filmaram os animais e o ambiente. O local foi construído em uma parte preservada da mata atlântica. As trilhas que percorrem todo o parque conduzem a cenários deslumbrantes.

Entre eles, encontraram a reprodução de uma Lagoa do Delta do Rio Nilo, um bosque de pinheiros australianos, uma lagoa da reserva do Ttaim, localizada no Rio Grande do Sul, um minipantanal, partes do cerrado, da mata de Madagascar e da Savana africana.

“Eles têm o cuidado de mostrar os animais em um ambiente bem próximo daquele em que vivem na natureza. Preocupam-se também em manter um núcleo de educação que conscientiza os visitantes”, explica o coordenador de Ciências José Alencar Gomes da Silva.

Para Luiza Porto, do Objetivo Marquês, a visita foi importante para complementar o conteúdo estudado em sala de aula. “Eu achei interessante conhecer onde os animais vivem, as explicações foram interessantes, evoluímos bastante nos estudos. Chegamos no colégio e fizemos pesquisas para nos aprofundarmos sobre alguns animais. Eu escolhi saber mais sobre as araras, pelo fato de algumas espécies estarem em extinção. ”

O ponto alto da atividade foi a apresentação de alguns animais ao vivo. Os alunos tiveram a oportunidade de tocar nos bichos e sentir as texturas deles. Apreciar a diversidade da fauna e da flora cria um vínculo poderoso e universal com a natureza.