Exploração Espacial é tema das missões do Torneio Objetivo de Robótica (TOR)


Os alunos do Programa Objetivo de Incentivo ao Talento (POIT), que participam da atividade opcional Robótica, tiveram mais uma oportunidade de colocar em prática o conteúdo aprendido nas aulas. Em 2 de dezembro, uma arena foi especialmente montada no campus Cidade Universitária da Unip para a realização do Torneio Objetivo de Robótica (TOR).

O TOR seguiu os mesmos moldes do campeonato First Lego League (FLL). O desafio do robô proposto aos alunos do 1º ao 9 º ano do Ensino Fundamental do Colégio Objetivo foi realizar missões sobre exploração espacial, em uma mesa de competição. As missões foram apresentadas no torneio, e a partir da divulgação, os alunos tiveram cerca de duas horas para montar as ferramentas, programar, testar e competir.

Os alunos do 1º ao 5º ano, modalidade nível 1, tiveram de resolver desafios com o tema Lua. Já os alunos do 6º ao 9º ano (nível 2) executaram missões de exploração espacial que englobaram além da Lua, Marte e uma estação espacial.

No momento da prova final, os robôs tiveram apenas dois minutos e 30 segundos para realizar o maior número de tarefas possível na mesa repleta de desafios. A agilidade foi decisiva para um bom resultado. Os juízes estavam atentos a qualquer deslize.

“Eles tiveram de criar estratégias para saber o que usar na missão e a ordem em que deveriam ser utilizadas. O robô aceitava várias ferramentas, como garras, ganchos e pás para as mais variadas missões”, comenta o coordenador das aulas especiais de Robótica para olimpíadas científicas, professor Almir Brandão Júnior.

A precisão dos robôs na busca por executar o maior número de missões foi necessária para conquista do troféu TOR 2018.  “A parte mais complicada para nós foi aguentar a pressão. Em alguns momentos, nos desconcentramos e erramos na hora da calibragem, mas deu tudo certo. Nosso trabalho duro, nosso esforço e dedicação foram recompensados e estamos felizes com o resultado”, comemora Henrique Andres Adorno Seemann, aluno do Objetivo Luís Goes. Ele e sua equipe foram campeões do TOR, nível 2.

 

Acompanhe os resultados:

Nível 1

Campeão – Lego Builders
Gabriel Cabrera Vicente
Gabriela Yuki Higo Machado
Lucas Kenji Higo Machado
Pedro Martins França de Oliveira
Valentin Xavier Rocha Augusto

2º lugar – Lego Legal
Felipe Minelli Cruz
João Miguel Miranda de Camargo
João Pedro Speeden Bandeira
Thiago Romanos Pasquali Pacheco 

3º lugar – Irineu
Ana Luiza Barbosa Bernardo
Guilherme Pineli Gasparini
João Victor Bahia Barbanti
Pedro Henrique Albuquerque Veiga
Pedro Miguel Yokomizo Aceiro da Costa Ferreira
Sophia Vieira Tenório de Lima

 

Nível 2

Campeão – Luís Goes
Gregory Almeida Dias do Rosario
Gustavo Martins Machado
Henrique Andres Adorno Seemann
Lana Mei Ukei
Lucas Ken Kuniyoshi
Mateus Silva de Araújo
Matheus Moretto Mattos
Pedro Jiuliani Duarte
Rafael Rodrigues Sampaio

2º lugar – Alakazan
Akemi Hirakawa da Cruz
Arthur Yang Tung
Enzo Seneor Barbosa de Mello
Gabriel Abrantes
Guilherme Hiroki Tsukahara
Henrique Rocha Bressan
João Pedro Almeida Souza
Marcello Martins Yanagisawa
Rafael Menezes Ros

3º lugar – Thunderbolt
Alexandre Colvet Delfino
Gabriel Fernandes M. da Silva
Henrique Agrella Manfre
Leonardo Melero C. Pinto
Yasmin Kodoma Koba