75 anos da bomba de Hiroshima e Nagasaki


Com o avançar da Segunda Guerra Mundial e a expansão nazista cada vez mais forte, os Aliados foram informados de que Hitler e seus homens iniciaram a construção uma nova bomba com poder de destruição em massa: a bomba nuclear. Os alemães, segundo informações da espionagem, estavam na frente. A ameaça era muito grande. Os norte-americanos, com base em informações de Einstein e Szilárd, criaram em resposta o maior programa científico-militar que já existiu até hoje: o Projeto Manhattan, que fabricou de fato as primeiras bombas atômicas. Para a sua produção, os cientistas realizaram pesquisas do átomo tendo como referência as teorias de Albert Einstein e envolveram cerca de 150 mil pessoas.

Foram os Estados Unidos da América o primeiro e único país a usar essa arma. O projeto nazista havia falhado e os alemães já tinham se rendido quando a primeira bomba atômica da história, a Trinity, foi testada em 16 de julho de 1945. Contudo, diante da continuidade da guerra com o Japão, os norte-americanos decidiram utilizar sua nova tecnologia. No dia 6 de agosto de 1945, às 8h15, a bomba Little Boy (menino pequeno, em tradução literal), foi lançada pelo avião Enola Gay, em Hiroshima. O ataque causou a morte de mais de 80 mil pessoas imediatamente.

Depois do primeiro bombardeio, os Estados Unidos planejavam o próximo. A ideia inicial era realizar a missão no dia 10 de agosto, na cidade de Kokura, que guardava o imenso arsenal do exército imperial japonês. No entanto, devido à previsão do tempo, resolveram adiantar a missão e a bomba Fat Man (homem gordo, em tradução literal) foi montada às pressas.

Em 9 de agosto, após sobrevoar Kokura por três vezes e não ter visibilidade para atacar, a tropa resolveu mudar os planos e seguir para Nagasaki. Às 11h02 da manhã, ocorreu o bombardeio na cidade. A potência da bomba Fat Man era praticamente duas vezes maior do que a da Little Boy, mas seus danos foram menores, já que não atingiu o alvo com precisão e acabou caindo em um vale ao lado de Nagasaki. Quarenta mil pessoas morreram em questão de instantes e mais de 25 mil ficaram feridas.

Anos depois dos ataques, milhares de pessoas continuaram morrendo por conta da radiação e de doenças relacionadas à explosão.

O embate entre Japão e Estados Unidos na Segunda Guerra teve início após o ataque dos japoneses contra Pearl Harbor, base naval americana localizada do Havaí, em 7 de dezembro de 1941. Mais de 2.400 norte-americanos morreram na ocasião, o que levou os Estados Unidos a declararem guerra ao país. 

Com os lançamentos das bombas atômicas, os Estados Unidos conquistaram o seu objetivo. Em 14 de agosto de 1945, o Japão se rendeu e marcou o fim da Segunda Guerra Mundial. 

Fontes de pesquisa:
National Geographic Brasil
Portal History
Mundo Educação
Agência Brasil
Brasil Escola